domingo, 6 de agosto de 2017

suburbanas




aos domingos, os pequenos comércios exibem suas televisões de cachorro e as ruas do bairro rescendem frango assado.

.: marcio markendorf

quinta-feira, 20 de julho de 2017

primeira vez


"Marta, tenho uma coisa para te falar"
"Fala logo, menino"
"Você... me marta de amor"
"E você me mata de vergonha, sai fora, garoto"

Não teve mas.
Foi a primeira das mais tristes saídas de escola.

.: marcio markendorf

segunda-feira, 3 de julho de 2017

os terrores noturnos



Os livros ainda não lidos da estante passam a noite enchendo meu travesseiro de ódio.

.: marcio markendorf

sexta-feira, 9 de junho de 2017

ana c. moderna



Tenho ciúmes desses memes que você lê. Tão distraidamente.

.: marcio markendorf

quinta-feira, 11 de maio de 2017

doggelgänger



Minha cachorra Nina não se dá bem com a vizinha, dona Nina. A minha, é a cadela boa.

.: marcio markendorf

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

boliche


ele olhou para a bola, depois para o corpo. pensou: "finish him".

marcio markendorf feat. gabriel resende santos

terça-feira, 20 de setembro de 2016

ALERTA DE TEXTÃO NO FACEBOOK


mimimi
blébléblé
blábláblá
cocoricó

tudo para, de forma prolixa, dizer:
véi, na boa, vai se fuder.

.: marcio markendorf

quinta-feira, 23 de junho de 2016

datilografia


não foi à aula porque a mão foi parar no hospital.

.: marciomarkendorf

histórias insensatas


Rafael pensou que podia usar o pogobol como meio de transporte.
Pulou por 20 longas quadras.

A mãe buscou-o de cadeira de rodas.


.: marciomarkendorf

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Confissão de Lúcio



Quando me vi em ti, Marta,
Fiquei farto desta vida,
Troquei o fardo pela bolsa,
Bota de camurça vesti,
Dois lindos seios invoquei,
Virei travesti.

.: marcio markendorf

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

saudades



– Alô, coração, estou com saudades de você.
– Mas faz menos de quinze minutos que eu saí daí.
– Quase como um cachorro à espera do seu dono, o amor é ignorante da noção de tempo.

.: marcio markendorf

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

premonição



na gangorra do country club, sozinho, vislumbrou o futuro daquela infância.

.: marcio markendorf 

domingo, 25 de outubro de 2015

desconfianças que ninguém conta




"Patrícia, me ajuda, please. Eu tô desconfiando que meu namorado é hetero".

.: marcio markendorf

terça-feira, 13 de outubro de 2015

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

goys



"mas, ó, sem viadagem!"

.: marcio markendorf

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

kiss me (aka kiss my ass)




'posso te dar um beijo?'
'só se for grego'

.: marcio markendorf

domingo, 13 de setembro de 2015

post-mortem



ao morrer de amor, soube que deu as costas a uma vida passada.


.: marcio markendorf

sábado, 18 de julho de 2015

amor


— você é traficante de órgãos?
por que pergunta isso?
— você roubou meu coração.
— como sabe que é amor?
— fica assim se a gente precisa de algo para continuar vivendo.

.: marcio markendorf

terça-feira, 26 de maio de 2015

v@mpiro




passava as noites, completamente sedento, perseguindo suas vítimas nas redes sociais.
seu nome era bram stalker.

.: marcio markendorf

quinta-feira, 5 de março de 2015

comédia romântica século XXI



garoto encontra garota
e perde-a.
garoto encontra garoto
e perde-se.

.: marcio markendorf