sexta-feira, 9 de novembro de 2012

chiaroscuro

 
ela passou a noite em claro porque o amor que sentia foi devorado pelo escuro do outro lado do quarto.

.: marcio markendorf

Nenhum comentário: